Monitor do PIB aponta alta de 1,4% em fevereiro, diz FGV

Compartilhe

Dado aponta continuidade na recuperação econômica, mas taxa expressiva ‘não é motivo de euforia’, diz pesquisador.

A economia brasileira cresceu 1,4% em fevereiro deste ano na comparação com o mês anterior, na análise da série dessazonalizada, segundo o Monitor do PIB-FGV divulgado nesta quarta-feira (20).

O dado ficou abaixo da estimativa divulgada na véspera pelo Banco Central: o IBC-Br apontou uma expansão de 1,7% no nível de atividade em fevereiro, com o indicador retornando ao patamar anterior à pandemia.

Segundo o coordenador do estudo, Claudio Considera, a alta em fevereiro mostra continuidade na recuperação da economia. Ele ressalta, no entanto, que, embora a taxa seja “expressiva”, ela “não é motivo de euforia, já que são taxas comparadas a meses sob forte impacto da recessão da pandemia”.

Na comparação dos três meses encerrados em fevereiro com os três meses anteriores, a FGV apontou que houve alta de 2,9%. Já ante fevereiro de 2020, houve alta de 1,6%.

Segmentos econômicos

Dentre as três grandes atividades econômicas, apenas a indústria teve leve retração em fevereiro, de 0,4%.

Os serviços, por sua vez, tiveram alta de 1,4%, influenciados por serviços de informação (5,3%) e intermediação financeira (7%). Os dados da FGV não desagregam o desempenho da agropecuária no período.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

I accept the Terms and Conditions and the Privacy Policy