Covid-19: Construtora cria modelo de canteiro para prevenção da doença

Compartilhe

A construção civil do Distrito Federal está atenta às recomendações para proteger os trabalhadores e garantir a segurança no ambiente de trabalho do setor. Empresas como a Construtora LDN, associada ao Sindicato da Indústria da Construção Civil do Distrito Federal (Sinduscon-DF), servem como modelo para que as demais obras inspirem ações para a consciência coletiva e a segurança dos operários, evitando a propagação do coronavírus (Covid-19) em Brasília.

O Sinduscon-DF, por meio dos membros do Comitê de Crise, que foi criado para pensar e promover ações sobre o tema, elaborou uma cartilha com informações voltadas aos canteiros, escritórios, bem como orientações jurídicas e trabalhistas. No canteiro da Construtora LDN, os procedimentos internos foram intensificados para garantir um ambiente ainda mais seguro.

Instalação de lavatórios e treinamento quanto à lavagem correta das mãos

“É um cenário novo em que estamos nos adaptando. Criamos procedimentos internos, principalmente relacionados aos canteiros de obra para poder deixar todos informados, treinados e fazer com que eles sigam as normativas da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Secretaria de Saúde (SESDF). Fazendo isso, estamos tornando nosso ambiente mais seguro até que a própria casa”, explica Pedro Henrique Ferreira, diretor da LDN.

A preocupação da empresa reflete também na consciência dos trabalhadores que estão satisfeitos com as novas regras e cuidados adotados para evitar a contaminação não só pelo coronavírus, mas todos os outros. O bombeiro hidráulico Gilvan Noronha, além de fazer sua prevenção, orienta seus colegas para que se atentem aos cuidados. “A empresa proporciona muitas informações e isso é importante. Estamos seguindo os padrões e nos adaptando. Seja na entrada, na saída, temos o necessário para evitar qualquer tipo de contaminação”, reforça.

Além dos treinamentos com a maneira correta de lavar as mãos e demais medidas relevantes, a Construtora LDN ainda entregou sachês individuais de álcool em gel 70% para que o trabalhador possa utilizar, também, no trajeto até o trabalho e retorno para casa.

Trabalhadores recebem álcool em gel 70%

Confira abaixo os procedimentos adotados pela empresa a fim de reforçar a segurança dos trabalhadores:

CHEGADA

  • Antes de entrar, medição da temperatura (termômetro infravermelho);
  • Higienização das mãos com álcool em gel 70%;
  • Entrega do cartão de ponto.

DENTRO DA OBRA

  • Após bater o ponto, higienização das mãos com água e sabão no vestiário;
  • Durante o desempenho das atividades, uso de máscaras, como já é de costume;
  • Após início dos trabalhos, limpeza completa do vestiário e áreas comuns, procedimento repetido a cada duas horas;
  • Higienização regular dos equipamentos de proteção individual e coletivos.

ALMOÇO / DESCANSO

  • Higienização das mãos com água e sabão ao entrar e ao sair;
  • Separação dos trabalhadores dentro das recomendações (1,5m de distância);
  • Mesas cobertas com plástico para limpeza adequada.

FINAL DO EXPEDIENTE

  • Higienização das mãos na saída;
  • Aconselhamento de uso do álcool durante o trajeto e antes de chegar em casa;
  • Aconselhamento de higienizar as roupas e equipamentos de proteção todos os dias.

(Com informações do Sinduscon-DF)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

I accept the Terms and Conditions and the Privacy Policy