Correção do crédito imobiliário pela inflação deve aquecer o mercado

Compartilhe

A utilização do Índice de Preço ao Consumidor Amplo (IPCA) na correção do crédito imobiliário, que será lançada pelo governo federal nesta terça-feira (20), deve revolucionar o mercado. É o que acredita o presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), José Carlos Martins. “A modalidade transfere o indexador da prestação da TR [Taxa de Transferência], que está zerada, para um índice de preços, ou seja, atualiza a prestação com aquilo que houve efetivamente de inflação”, afirma.

A grande vantagem, segundo Martins, é que dessa forma é possível baixar as taxas de juros, além de atrair mais investidores. “Nessa modalidade serão atraídos recursos oriundos de fundo de pensão e de investidores institucionais, que poderão trabalhar e comprar os papéis.  Isso traz mais dinheiro para o mercado. E também traz empresas menores para participar do mercado, o que estimulará a concorrência e com isso temos certeza que os custos para o crédito imobiliário irão diminuir”, pontua.Publicidade

O presidente da CBIC acredita também que o consumidor final vai pagar menos de prestação pois o Brasil vai ter um mercado real em vez de um ‘mercado de apostas’. “Hoje, o investidor se afasta da caderneta de poupança. Ele não aceita o FGTS ser corrigido desta forma. Então se tem uma série de problemas na hora da captação do recurso e o que se pretende agora é normalizar essa situação. A partir daí a concorrência desse dinheiro irá diminuir o custo das operações”, explica.

O acesso ao crédito é outro benefício que a nova modalidade anunciada pela Caixa deve promover. Segundo Martins as mudanças devem aquecer o mercado. “Vai ser disponibilizada uma outra linha, onde muitas pessoas que não conseguiam acesso ao crédito vão passar a ter”, prevê o engenheiro, que nesta segunda-feira (19) falou ao vivo sobre o tema para o programa Jornal da Manhã da rádio Jovem Pan. Também publicaram entrevistas a respeito o Jornal do Comércio e O Globo.

AGÊNCIA CBIC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

I accept the Terms and Conditions and the Privacy Policy