CBIC e Amazônia + 21 assinam termo de cooperação para o desenvolvimento econômico sustentável da região amazônica

Compartilhe

A Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) e o Instituto Amazônia + 21 assinaram nesta sexta-feira (27/05), em São Luís/MA, Memorando de Entendimento que visa a troca de conhecimento e cooperação de esforços para estimular a adoção de práticas sustentáveis no setor da construção, possibilitando que empresas instaladas ou que desejem atuar na Amazônia fortaleçam ações de valorização ambiental, social e governança (ESG) e possam acessar fundos de investimentos diferenciados, que exigem compromissos de sustentabilidade e mesmo a conservação da floresta amazônica.

O termo de cooperação foi assinado pelo presidente da CBIC, José Carlos Martins, e pelo diretor do Amazônia +21, Marcelo Thomé da Silva de Almeida, durante a Expo Indústria Maranhão, em São Luís/MA.

“Os olhos do mundo estão voltados para a Amazônia brasileira. A cooperação assinada hoje demonstra o quanto estamos preocupados com o tema e, principalmente, o quanto temos de oportunidades de investimento e negócios verdes na Região Amazônica”, frisou Martins, citando como exemplo cidades sustentáveis e saneamento em cidades menores.

Para o diretor Marcelo Thomé, a imensa deficiência de infraestrutura na região amazônica, desde saneamento básico, estradas até habitação, também representa uma oportunidade extraordinária para atração de investimentos na Amazônia, “mas nada que impacte o desenvolvimento da região e a melhoria de vida da população vai acontecer se não contemplar ações inovadoras, com responsabilidade social e ambiental”.

Thomé destaca que a iniciativa do presidente José Carlos Martins, associando a CBIC aos desafios do desenvolvimento sustentável da Amazônia, contando com o Instituto Amazônia+21, representa o compromisso de inovação e sustentabilidade necessário para o salto de produção e produtividade que as empresas da construção civil da Amazônia precisam e podem dar, gerando riqueza e empregos para os brasileiros que vivem na região.

O acordo prevê a realização de pesquisas, consultorias, assessorias, estudos sobre alternativas para alavancar o desenvolvimento econômico sustentável da Amazônia Legal, considerando, entre outras, as necessidades das populações locais, bem como o intercâmbio de conhecimento, de pesquisas e de resultados de interesse da CBIC e do Instituto.

A Amazônia +21 tem por objetivo apoiar na realização de negócios sustentáveis e inovadores de impacto na Amazônia Legal, orientados pelos princípios da sustentabilidade e da governança socioambiental, que sejam capazes de fomentar e de promover o desenvolvimento econômico, social, ambiental da região, bem como fortalecer os empreendimentos existentes, dialogando com as demandas locais, o potencial econômico da região e a agenda ESG.

Também estiveram presentes ao ato de formalização da parceria em favor da sustentabilidade das empresas da construção civil na região amazônica:

  • José Conrado Santos, presidente da Federação das Indústrias do Estado do Pará
  • José Adriano, presidente da Federação das Indústrias do Estado do Acre
  • Edilson Baldez das Neves, presidente da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão
  • Vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Tocantins

AGÊNCIA CBIC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

I accept the Terms and Conditions and the Privacy Policy